Cirurgia & Implantodontia

A repercussão do post sobre Bola de Bichat – Onde estão as evidências?

A repercussão do post sobre Bola de Bichat – Onde estão as evidências?

11 minutos Parecia que as minhas palavras estavam engasgadas na garganta de muitos dentistas e, através do compartilhamento do post, puderam extravasar sua inquietude e opinião. A mesma rede social que outrora foi tomada pelas sefies e fotos da Angelina Jolie, agora foi palco de uma enxurrada de expressões de idéias e opiniões. Eis a beleza da era digital! É emocionante vermos que, por um instante, muitos de nós paramos de compartilhar coisas e passamos a debater idéias. Inúmeros com maestria, com argumentos lúcidos, Continue lendo

Bola de Bichat é ouro! a pseudo-odontologia dos “bichectomistas”

Bola de Bichat é ouro! a pseudo-odontologia dos “bichectomistas”

1 minuto O intuito inicial era indicar a cirurgia de remoção da Bola de Bichat, bichectomia, para fins funcionais em pacientes que apresentam o herniamento desta estrutura muito próximo do plano oclusal. Nestas situações o paciente pode traumatizar os tecidos durante o ato mastigatório e a realização da bichectomia estaria indicada para melhorar deste quadro. Tal procedimento, em alguns pacientes, pode trazer concomitantemente, um ganho na harmonia da estética facial. Por conta disto, alguns dentistas viram nisso um nicho lucrativo e ser explorado. Começaram-se Continue lendo

Como fazer uma frenectomia “de verdade”

Como fazer uma frenectomia “de verdade”

6 minutos A necessidade de remoção do freio labial (frenectomia) é algo relativamente comum no consultório e você certamente já se deparou ou irá se deparar com tal situação. Diante disso, 3 perguntas devem ser prontamente respondidas: quando, como e quem? Quando é indicado a frenectomia? como posso realizar este procedimento? quem irá fazer? faço eu ou encaminho a um colega? QUANDO. A frenectomia é comumente indicada nos seguintes casos: 1. Inserção tecidual inter-incisivos levando a formação de diastemas 2. Hipermobilidade nos tecidos periodontais, Continue lendo

O que fazer em caso de Comunicação buco-sinusal

O que fazer em caso de Comunicação buco-sinusal

1 minuto Mais cedo ou mais tarde, todos que realizam exodontias irão se deparar com uma complicação chamada comunicação buco-sinusal. Isso é mais provável de ocorrer quando as raízes dos molares superiores são divergentes e o seio maxilar invagina entre as raízes. Durante a exodontia não é raro que um fragmento do assoalho do seio maxilar seja removido em conjunto com o dente. Essa complicação pode ocorrer e ser diagnosticada imediatamente após a exodontia ou, em outros casos, pode ser identificada tardiamente. O paciente relata Continue lendo

Fratura Mandibular Durante EXODONTIA. O que fazer? Como evitar?

Fratura Mandibular Durante EXODONTIA. O que fazer? Como evitar?

menos de 1 minuto Fratura mandibular durante exodontias é um complicação incomum mas na imensa maioria das vezes é uma complicação que poderia ter sido evitada. A remoção de terceiros molares é uma das principais causas que levam a fratura mandibular. As fraturas mandibulares podem acontecer no momento da exodontia ou tardiamente durante a função mastigatória. No vídeo abaixo você entenderá como evitar tais fraturas e como conduzir o tratamento imediato desta complicação.

Luxação de ATM – Manobra de redução na prática

Luxação de ATM – Manobra de redução na prática

menos de 1 minuto Você já recebeu algum paciente com a ATM luxada? o paciente abriu a boca para bocejar ou mesmo durante o tratamento odontológico e neste exato momento não conseguiu mais fechar a boca, você pegou um caso assim? Alguns pacientes desenvolvem alterações no posicionamento do disco articular, onde o disco se desloca anteriormente. A partir de um certo momento, com a abertura de boca máxima, o disco se desloca tão anteriormente que ultrapassa a eminência articular porém não consegue retornar a Continue lendo

Infecções Odontogênicas – menos antibiótico e mais intervenção

Infecções Odontogênicas – menos antibiótico e mais intervenção

1 minuto Sabendo que possuímos mais bactérias no corpo do que células e que essas bactérias são fundamentais para manutenção de nossa saúde fica nítido que o emprego de antibióticos também traz prejuízos a saúde. Cada vez mais as indicações para uso de antibióticos serão restringidas e aprender a ponderar os riscos e benefícios para cada situação clínica passou a ser um fator primordial na prática odontológica embasada cientificamente. Uma velha premissa que escutamos com muita freqüência é que diante de quaisquer acúmulos purulentos Continue lendo